Notícias

Campo Erê realiza a tradicional festa do Colono e do Motorista

Postada em 22/07/2014

 

A 21ª festa em comemoração ao dia do Colono e do Motorista aconteceu no dia 13 de julho, no pavilhão do Bairro São Cristóvão, com início às 9hs

 

Logo pela manhã, às 9hs, mais de 60 caminhoneiros de Campo Erê realizaram uma bonita carreata, seguidos por cerca de 450 veículos, que receberam a bênção. O caminhoneiro Joel Teske, que esteve á frente da carreata, disse que a cada ano que passa a festa torna-se maior, envolvendo um grande número de pessoas. “É muito bom ver que as pessoas apóiam e respeitam o nosso trabalho. Nós assumimos um papel importante no desenvolvimento do nosso País”.

O caminhoneiro Paulo, popular ‘Chuchu’, enfatizou que os caminhoneiros têm uma luta diária nas estradas. “Todos os dias enfrentamos grandes desafios, porém não podemos desistir, temos que ter fé, força e esperança para continuar o nosso trabalho, pois somos nós que transportamos o alimento que chega na mesa de milhares de brasileiros”.

Às 10hs, o Bispo Dom José Gislon celebrou a missa em comemoração ao dia do Colono e do Motorista e ressaltou que essa celebração tem um significado muito grande para essas classes trabalhadoras. “Grande parte do nosso País depende do trabalho dos nossos agricultores. O Brasil é um grande produtor de alimentos, graças ao empenho do homem do campo, que conseguiu superar enormes barreiras e enfrenta grandes dificuldades, porém não desiste. É o homem da esperança, que acredita em seu trabalho e, acima de tudo, acredita que pode vencer desafios. Os motoristas também assumem um papel importante no nosso País. Toda a produção chega aos mercados e aos portos de todo o País graças ao trabalho dos caminhoneiros, que enfrentam grandes desafios nas estradas, porém se dedicam à essa importante profissão. Hoje, sem os motoristas, o Brasil pára”.

Dom José deixou uma bonita mensagem para toda a população. “A nossa sociedade possui inúmeras realidades diferentes. Se cada um contribui um pouco com ações do bem, construiremos uma sociedade mais justa, fraterna e harmônica, em que todos terão alegria de viver a vida, que é o maior dom de Deus”, finalizou.

Algemiro Sander, coordenador da festa, reside no Bairro São Cristóvão há 40 anos e ressaltou que a festa em comemoração ao dia do Colono e do Motorista vem crescendo e ganhando mais prestígio a cada ano que passa. Para ele, isso é muito gratificante e recompensa o trabalho de toda a equipe que esteve envolvida na organização. “A cada ano que passa procuramos melhorar, para promover festas ainda maiores e para acolher bem as pessoas que prestigiam o evento”.

Dando sequência à programação, ao meio dia foi servido o almoço e às 14hs30min teve início o matinê, animado pelo Grupo Trio da Terra. No período da tarde também aconteceu a distribuição de prêmios.