Notícias

Bela Vista da Caroba e microrregião: fortes ventos e chuva de granizo danificam propriedades e deixam munícipes desalojados

Postada em 15/07/2016

A chuva de granizo, acompanhada de fortes rajadas de vento, provocou estragos em municípios da região sudoeste do Paraná na terça-feira, dia 12 de julho

 

Segundo informações da Defesa Civil, os municípios de Salto do Lontra, Santa Izabel do Oeste, Bela Vista da Caroba e Pérola do Oeste registram danos consideráveis.

Segundo o Diretor da Defesa Civil de Bela Vista da Caroba, Nileu Pedro Vilani, os levantamentos prévios dos estragos causados pelo temporal já estão sendo feitos pela equipe. “Até agora, contabilizamos mais de 100 residências atingidas no município, tanto na cidade como no interior, desabrigando algumas famílias onde o estrago foi maior. O granizo e as fortes chuvas prejudicaram, ainda, muitas lavouras, gerando prejuízos ainda maiores para os agricultores”.

Segundo Nileu, a Defesa Civil já iniciou o atendimento básico das famílias prejudicadas pela intempérie. “Começamos ajudando as famílias mais carentes, que não tem como recorrer aos recursos próprios para reparar os danos. Orientamos também para que os munícipes prejudicados, que possuem seguro de suas residências ou lavouras, encaminhem o pedido de ressarcimento o mais breve possível, evitando transtornos”.

Em apoio aos prejudicados, a Administração doou lonas que foram utilizadas para cobrir as residências danificadas pelo granizo e os funcionários públicos cooperaram no atendimento das famílias. “Agradeço a colaboração da Administração e, especialmente, os servidores que se disponibilizaram voluntariamente para ajudar os munícipes que sofreram prejuízos com o temporal, trabalhando inclusive fora do horário de expediente”.

De acordo com dados do levantamento inicial da Defesa Civil, a rede de distribuição de energia elétrica em Bela Vista da Caroba foi parcialmente danificada. Apesar dos estragos contabilizados, nenhuma pessoa se feriu.

O Diretor Municipal da Defesa Civil aproveitou o momento para pedir a compreensão e o apoio dos munícipes, especialmente os que tiveram suas propriedades danificadas, no que se refere ao atendimento prestado. “A Administração não é obrigada, por lei, a ter uma reserva específica para casos como esse. Por isso, pedimos a compreensão de todos, pois estamos fazendo o possível dentro das condições financeiras do Município para atender a demanda. Já solicitamos o apoio necessário nas esferas governamentais, que deram suas respostas favoráveis e cederam seu apoio no que for necessário. Acredito que, nos próximos dias, tudo seja resolvido da maneira que deve ser”.

Pérola do Oeste e Bela Vista da Caroba contabilizam os maiores estragos na área rural, segundo informações preliminares da Defesa Civil. Já em Santa Izabel do Oeste, uma antena de internet foi derrubada pelo vento, além de serem registrados estragos em coberturas de casas e empresas.

A Defesa Civil do Paraná informou, na tarde de quarta-feira, dia 13 de julho, que pelo menos 29 cidades foram atingidas por estragos provocados pela chuva, que começou a cair na noite de terça-feira, dia 12. Segundo o boletim, divulgado às 17hs, 15 pessoas ficaram feridas, a maioria delas em Salto do Lontra, o Município mais prejudicado até o momento, onde residem 4.910 das 17.935 pessoas atingidas de alguma maneira pelos estragos causados pela chuva. Na cidade, há 800 pessoas desalojadas. Em todo o estado, são 878 nessa condição.

Ainda de acordo com o documento da Defesa Civil, a chuva e o vendaval danificaram 4.596 casas em todo o Paraná.  De acordo com o Simepar, houve rajadas de vento na parte sul do estado, de leste a oeste. O local com rajadas mais fores foi em Cascavel, onde o vento chegou a 103 km/h. A Companhia Paranaense de Energia (Copel) informou que no auge das tempestades, por volta das 21h50 de terça-feira, 100 mil consumidores chegaram a ficar sem eletricidade em todo o estado. Na tarde de quarta-feira, dia 13, ainda haviam 12.597 residências nesta situação.

Os municípios da região atingidos foram Bela Vista da Caroba, com 600 pessoas atingidas e 60 casas danificadas; Capitão Leônidas Marques, com 28 pessoas prejudicadas e seis residências danificadas; Pérola do Oeste, com 150 pessoas atingidas e 10 casas danificadas; Salto do Lontra, com 4.910 pessoas prejudicadas, 800 desabrigados e mais de 800 residências danificadas; e Santa Izabel do Oeste, com 365 pessoas atingidas, três desabrigados e 150 casas danificadas.