Notícias

Evento homenageou os 162 anos da Polícia Militar do Paraná

Postada em 13/08/2016

Moção foi realizada no dia 11 de agosto na câmara de vereadores de Barracão

Após o recesso do meio do ano, o legislativo de Barracão retomou o trabalho no mês de agosto. No dia 11 ocorreu a 23ª Sessão Ordinária, iniciada às 10h e presidida pelo vereador Aldérico Slongo. Na oportunidade foi apresentado um pedido para uma Moção de Congratulações e Aplausos à Polícia Militar do Estado do Paraná em comemoração aos 162 anos. Participaram vários representantes do setor policial como o coronel Washington Lee Abe; major Edson Roberto Cechinel; o 1º tenente César Sebastião da Silva; o subtenente Everaldo José Rafaelli; Fernando Guzzi, delegado de Barracão; polícia fardada; policiais aposentados além do público em geral.

O evento foi gratificante segundo Aldérico. “Ficamos muito felizes de fazer essa homenagem. Dizer a eles que o nosso município aqui está muito bem servido com a presença do Rafaelli que comanda a policia militar. Nós temos poucos problemas aqui no município e estamos muito contentes com o trabalho que eles prestam”, destacou o vereador.

Para Washington Lee Abe, comandante do 5º Comando Regional de Polícia Militar, foi um momento especial. “Eu sempre deixo claro para os policiais: nós nunca vamos ficar ricos, nunca vamos ficar famosos, mas esse reconhecimento que temos da sociedade serve como combustível”, salientou.

Função: ser policial

Ser um policial não é fácil, segundo o comandante. É uma tarefa que não ganha muita valorização. “Ainda existem uma parcela dos políticos, inclusive na área federal, que querem extinguir as policias militares, mas isso saiu definitivamente de pauta a realmente nós colocamos toda a nossa confiança na população”, ressaltou.

Além disso, outro ponto de destaque é o trabalho desenvolvido para a busca da segurança. Em meio ao crime organizado a exigência pela solução é requisitada.

As forças de segurança trabalham no intuito de diminuir a criminalidade. Ações são desenvolvidas para isso. “Nós estamos investindo forte por intermédio da Segurança Pública a parte da inteligência. Estamos mapeando, monitorando todas as situações. Estamos bem atentos. Neste ano o saldo é positivo. Muitas quadrilhas caíram”, destacou Washington.

A participação da população é decisiva nesse processo. O trabalho fica difícil sem informações. “Sem a informação e a população não somos nada. A gente precisa de informações. Eu peço que a população se dirija para os destacamentos, sede de batalhões e deem informações para nós. Se estiver acuado pode ligar para o 181 que você não será identificado. Dê detalhes da situação: placa de carro, residência, o perfil da pessoa. Nós vamos investigar 100% das situações”, falou o comandante.

Ainda segundo ele, há investimentos para manter a segurança.