Notícias

Salgado Filho: Helton e Astério assumirão a administração e elencam prioridades de trabalho

Postada em 18/10/2016

Saúde, agricultura e geração de emprego estão entre as demandas

Com 52,93% dos votos, Helton Pfeifer e Astério Marchetti venceram a disputa na eleição de dois de outubro. Os candidatos eleitos, que receberam apoio de Beto Arisi, atual prefeito, desbancaram o Professor Volmar que teve 47,07% dos votos.

Com 1.635 votos, eles assumirão o executivo em 2017 com o compromisso de atender a confiança depositada na urna. Para Helton, a vitória deriva de uma caminhada que iniciou em 2009, ano em que Beto Arisi assumiu a prefeitura. Este, é o último ano dele à frente do administrativo, após conseguir a reeleição em 2012.

Assim, o trabalho de duas gestões foi satisfatório e impulsionou a conquista. “O Beto e o Ivo, com a equipe administrativa e vereadores, fizeram o diferencial. Isso deu o resultado nas urnas para a sucessão. Nós queremos continuar esse trabalho de forma honesta e transparente para a população”, disse Helton.

Os candidatos eleitos trabalharam com Beto. Helton foi Secretário de Saúde. A permanência dele foi de sete anos e três meses. Astério ficou à frente da Secretaria de Agricultura.

Para o atual prefeito, o apoio a eles teve início na época em que trabalhavam na prefeitura. “Preparávamos eles para assumir o Município. Tenho certeza que o povo escolheu os melhores. Eles estão preparados para assumir o Município”, falou Beto.

Eleitos, ambos têm o compromisso de dar continuidade no trabalho. Para o prefeito, muito pode ser feito. As ações realizadas nos mais de sete anos de mandato contribuem para o prosseguimento.

Para essa nova fase, as demandas da população foram conhecidas, a partir das visitas nas casas das famílias. “Além de pedir voto, tivemos uma conversa sobre o que a população pensa para os próximos quatro anos. Conversamos para dar encaminhamento para propostas que realmente venham atender o anseio da população. O Plano possui propostas objetivas para a continuidade da administração”, salientou.

O Plano de Governo prevê a atuação em várias áreas. Uma delas é a da saúde. Segundo Helton, a prevenção foi um dos pilares no trabalho com Beto. A ideia dele é continuar, visto que, os resultados são positivos. Salgado Filho tem baixo índice de mortalidade infantil; sem dengue e é o Município da 8º Regional de Saúde que menos interna pacientes fora.

Além da saúde, o destaque será para a geração de emprego e para a agricultura. “O prefeito Beto, em sete anos, conseguiu gerar 400 empregos diretos. Nós pretendemos dar continuidade nisso. Com relação à agricultura, o Astério tem clara a ideia de que precisamos dar prosseguimento nos avanços que teve. As propriedades precisam estar bem colocadas. Estamos acompanhando a situação da suinocultura, que passa por uma situação difícil em nível de região. Vimos a produção leiteira, a avicultura, as agroindústrias. No urbanismo pretendemos continuar na estruturação: calçamento, pontes. Vamos também dar continuidade de oito a dez obras que não serão realizadas este ano”, disse.

Segundo Helton, tudo isso reflete diretamente na Festa do Vinho e do Queijo. A prioridade também é o trabalho com força, principalmente quando se fala na sucessão familiar, uma preocupação dos candidatos eleitos.

Para eles, é preciso pensar sobre isso. “Precisamos de mão de obra nas agroindústrias. Se percebe, nos últimos anos, que os jovens têm saído do campo e foram para a cidade, mas o melhor lugar de se viver e de se ter qualidade de vida é o campo. Vamos ter que fazer um trabalho com eficiência para que consigamos melhorar essas agroindústrias e não deixar que as mesmas desapareçam”, afirmou Astério.

Nesse trabalho, aderir à Suasa é uma opção. “O que nos deixa feliz é que o prefeito Beto correu atrás para aderir ao Suasa. Hoje estamos trabalhando com a nossa equipe e fazendo um trabalho muito bom com a equipe da Secretaria de Agricultura para que isso se concretize. Assim, os produtores também abrirão as portas para toda a região para a venda dos produtos. Isso é uma maneira de fazer com que as pessoas agreguem mais valor e continuem na propriedade”, disse Astério. A Suasa é um sistema de inspeção, organizado de forma unificada, descentralizada e integrada entre a União (através do Ministério da Agricultura), estados e municípios, através da adesão voluntária. Foi regulamentado em 2006, através do Decreto 5.741 e instruções normativas do Mapa, visa facilitar a inserção dos produtos no mercado formal local, regional e nacional.

Para o vice-prefeito eleito, a sucessão familiar não é restrita a Salgado Filho. Graças ao trabalho da equipe da Secretaria da Agricultura, muitas propriedades conseguira agregar valor ao seu produto.

O meio ambiente também está em ênfase. Uma atenção será dada para o viveiro instalado no Município. Segundo Astério, são poucos os que têm um viveiro do Estado. Em conversa com o escritório local do Instituto Ambiental Paraná-IAP, houve a concordância de um trabalho conjunto. “Junto com a nossa equipe, vamos dar uma atenção especial para as caminhadas ecológicas e, na medida do possível, sempre melhorar a questão do meio ambiente”, afirmou.

Para que as atividades iniciem, em 2017, uma equipe de secretariados será formada. O critério principal para a escolha é o administrativo. O objetivo é ter pessoas capacitadas e que trabalhem com organização.

Além disso, o trabalho em conjunto será essencial no processo. “Trabalharemos de forma conjunta. O vice vai cuidar a parte do interior: setor de obras, agricultura e meio ambiente. Ele vai estar como coordenador dessa pasta e nós daremos continuidade nas demais secretarias e na parte de administração, sempre em conjunto. Isso dos dá condições de nos mantermos próximos da população. Queremos nos aproximar para que possamos construir, além da participação, a organização e planejamento das ações”, afirmou Helton.

A população também vai poder manter contato direto com os eleitos. Na ausência de um, o outro estará presente. Para Astério, a convivência com Helton vem de anos e isso é um facilitador para o trabalho. Eles frequentavam o mesmo colégio agrícola.

Helton e Astério afirmam que o trabalho com os vereadores será importante frente ao executivo. O trabalho será com todos e de forma harmônica. Das nove vagas, seis foram ocupadas por pessoas da coligação “Por um Salgado Filho cada vez melhor”, que venceu na majoritária.

Os nove eleitos ao legislativo foram os seguintes: Viane Martin, 300 votos; Jose Favaretto, 262; Despachante Alfredo, 235; Betinho Rech, 229; Zanco, 203; Beto Bauer, 189; Elias Klein, 159; Marcelo Barili, 148 e Doelio da Silva Rosa, 143 votos. A coligação de Helton e Astério abrange os seguintes partidos: PMDB / PSC / PDT / PT / PTB / REDE / DEM / PSDB e PEN.

No trabalho frente à prefeitura, Beto aconselha os candidatos eleitos. A principal dica que ele destaca é a busca por recursos. “Eu fui tentar buscar recursos com todos os deputados, todos os senadores. Inclusive ministros disponibilizaram recursos, independente de partido. Conseguimos recursos de diversos partidos. Recursos de deputados que nem eram conhecidos na região, mas bem intencionados e que nos atenderam. Dou esse conselho a eles: buscar parcerias com pessoas comprometidas. Temos vários deputados que sinalizaram pro Helton e pro Astério. Hoje também temos que pensar que política se faz com pessoas de bem e essas pessoas que eles devem procurar”, disse o prefeito.

A oportunidade também é de agradecimento. Beto, em nome de todos, agradece pela população e às pessoas que estiveram na campanha. Caso esse que se aplica aos coordenadores e vereadores. A equipe administrativa também recebe a gratificação.